Exposições no CAM e Gulbenkian

São três exposições temporárias a decorrer e mais três que irão inaugurar em breve no CAM Centro de Arte Moderna e no Museu da Gulbenkian.
 
X de Charrua
(CAM | de 19 Jun a 26 Out 2015)
X de CharruaUma exposição antológica com mais de 220 obras de António Charrua (1925 – 2008).
Na exposição passamos por várias fases do autor. Desde os anos 50 aos anos 90, Charrua explora a figura humana e espaços da cidade, passa pelo abstraccionismo, explora a pintura com escultura e desenvolve uma ligação entre formas e símbolos.
Mais informação sobre a exposição aqui.
 
Tensão e Liberdade
(CAM | de 19 Jun a 26 Out 2015)Tensão e liberdadeÉ uma selecção de cerca de 50 obras de artistas de três colecções ibéricas de arte contemporânea: Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian, da Fundación “la Caixa” e do Museu de Arte Contemporânea de Barcelona (MACBA).
Mais informação sobre a exposição aqui.
 
Lourdes Castro. Todos os livros
(Galeria Exposições temporárias do Museu Gulbenkian | de 09 Jul a 26 Out 2015)
Lourdes CastroNesta exposição, Lourdes Castro (artista plástica portuguesa) reúne cerca de 40 livros, muitos deles nunca tinham sido expostos. Um dos livros inéditos é “Un autre Livre Rouge”, realizado em Paris, no início dos anos de 1970, em colaboração com Manuel Zimbro.
Mais informação sobre a exposição aqui.
 
António Cruz
(Galeria Exposições temporárias do Edifício Sede, Piso -1 | de 15 Jul a 26 Out 2015)
António CruzAntónio Cruz (1907 -1983) foi pintor e escultor e nesta exposição são apresentadas diversas pinturas em aguarela.
Mais informação sobre a exposição aqui.
 
Olhos nos Olhos
(Galeria Exposições temporárias do Edifício Sede | de 22 Jul a 26 Out 2015)Olhos nos OlhosOlhos nos Olhos é uma exposição que reúne algumas obras de retratos da colecção do CAM realizadas ao longo do século XX e XXI.
Mais informação sobre a exposição aqui.
 
Fantin Latour e Manuel Botelho
(Museu Calouste Gulbenkian | de 26 Jun a 26 Out 2015)
Fantin Latour e Manuel BotelhoO Museu da Gulbenkian em parceria com o Centro de Arte Moderna, estão a apresentar uma iniciativa que promove uma interacção entre os dois museus, a que chamam Meeting Point.
Desta vez trata-se de “um encontro improvável entre o pintor novecentista francês Henri Fantin-Latour e o artista português contemporâneo Manuel Botelho”.
Mais informação sobre a exposição aqui.
 
Local: CAM Centro de Arte Moderna e Museu da Gulbenkian
Morada: Rua Dr. Nicolau de Bettencourt
Horário: 10h00 – 18h00 (encerra às terças-feiras)
Preço: 5€ | Gratuito aos domingos | Outros descontos aqui

You may also like

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.