Simbologia no Cemitério dos Prazeres

Antigamente não eram colocadas flores como hoje em dia vemos nas campas. Era muitas vezes através da representação na pedra que transmitiam a sua dor, ausência e saudade que tinham pela pessoa. Hoje, muitos não sabem sobre o que estes símbolos significam mas tudo tem uma explicação.

Estes são alguns dos símbolos com a sua respectiva interpretação e que estão presentes nos jazigos no Cemitério dos Prazeres:

Flores :: Símbolos da vida, representam a vida eterna.

Perpétua (ao centro) :: Símbolo da imortalidade e eternidade. Encontra-se também representada juntamente com a alcachofra. A flor que fica igual morta ou viva, podendo manter-se assim durante 60 anos.
Alcachofra (ou também conhecida por saudade) :: É uma planta que é ciclicamente regenerada (fênix).
“Pelo Santo António, é costume em Portugal chamuscarem-se as alcachofras nas fogueiras, deixando-as em água fria durante a noite. Na manhã seguinte a alcachofra, à semelhança de uma Fénix, renascerá das próprias cinzas e voltará a florir, concedendo-nos um desejo pedido à meia-noite. Uma outra tradição popular, manda colocar a alcachofra ardida num vaso com terra, se no dia seguinte estiver novamente florida é sinal de casamento.” via
A Saudade Perpétua” é uma frase conhecida na altura e que era bastante representada nos jazigos e túmulos através das flores Saudade (um tipo de alcachofra) e Perpétua.

Outras flores que aparecem representadas são:
Papoila :: Simboliza o sono eterno porque é ópio, é dela que tiram a morfina.
Violeta :: Simboliza a fragilidade.
Girassol :: Simboliza a evocação a Deus.

Alfa e Ómega :: é o começo e o fim representado pela primeira e a última letra do alfabeto grego.
Obelisco :: No pensamento egípcio, eles eram considerados um raio “fossilizado” na luz solar. Eles estão associados com um culto solar, particularmente do deus-sol Ra.
Cruz :: Representa a cristandade. Este é o símbolo mais popular da ressurreição.
Caveira :: Simboliza a mortalidade, morte. “Memento mori”. Aproveita a vida agora. Seja feliz, faça o que realmente quer fazer.
Asas :: Símbolo da liberdade e da espiritualidade.
Ampulheta com Asas (de morcego, águia ou outro pássaro) :: A vida passa a voar, vida curta.
Cão :: De costas para a campa, transmite protecção, está em posição de guarda; de frente para a campa, representa fidelidade.
Serpente (existem várias representações, no cemitério existem pelo menos 5 versões) :: Oroboro – serpente que  engole a própria cauda, simboliza a vida eterna, sem começo nem fim. Simboliza também a morte, perigo e pecado.
Coruja :: Simboliza a sabedoria.
Foice :: Ceifar uma vida, morte. | Tocha com chama invertida (imagem) :: Representa o fim da vida, a morte, como uma inversão ao sentido normal da vida. | Tocha com chama para cima :: Representa a eternidade e vitória.
Tesoura a cortar linha :: Simboliza o fim da linha da vida.
Âncora partida :: Simboliza o fim da vida, estava habitualmente em jazigos de pessoas com vidas associadas ao mar.
Coluna partida :: Vida interrompida inesperadamente, a pessoa morreu jovem, a coluna partida transmite dramatismo.
Anjo :: cuida da alma da pessoa. | Sol :: Simboliza vida nova, luz.
Esquadro e Compasso :: símbolo da maçonaria

Urna :: Representa a alma, também a paz.
Aperto de mão com a perpétua :: Representa o adeus à existência terrena.
Balança :: simboliza a justiça.

Era também vulgar utilizar símbolos para representar a profissão de uma pessoa:

Músico

Marinheiro
Pintor
Escritor

Sendo este cemitério um autêntico museu recheado de histórias, amanhã terminamos a nossa visita com algumas curiosidades e personalidades deste cemitério!

Espreitem aqui o início da nossa visita com uma breve introdução histórica.

You may also like

10 comentários

    1. Obrigada 🙂 Uma pessoa vive cá e depois deixa passar estes sítios… mas vale muito a pena a visita, guiada de preferência para se perceber esta simbologia toda que está por detrás destes jazigos. Mas quem ler estes posts, vão ficar a aprender alguma coisa 🙂
      Beijinhos

  1. Adorei, adorei, adorei! Não fazia a mínima ideia que havia uma simbologia por detrás dos jazigos em cemitérios, e achei super interessante a explicação de algumas esculturas e objectos desenhados na pedra.
    Fico à espera das curiosidades 🙂
    Beijinhos!

    1. Também desconhecia, mas estamos sempre a aprender! É uma visita muito agradável, vale a pena conhecer 🙂 Aquele cemitério está repleto de história!
      Beijinhos

    1. Ora essa 🙂 Estou aqui para partilhar o que gosto e fico feliz por ter gostado, Realmente este cemitério é um autêntico museu, repleto de história e de muita informação para aprendermos. Vale a pena a visita. Aconselho vivamente 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *